content='786389851402381 property='fb:admins'/>

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

E a saga de au pair continua....

Acho que eu tenho sangue de cigana mesmo.

Ficar sossegada no mesmo lugar por muito tempo nunca foi meu forte. Toda a minha vida tudo sempre mudou muito, nunca nada foi estatico. E dos ultimos 7 anos pra ca eu mudei de casa igual uma cigana mesmo. Nas vesperas de completar 18 anos fui morar com minha avo, depois voltei pra casa, depois fui morar com amigos, depois voltei pra casa, depois fui morar com minha tia, depois voltei pra casa, depois fui morar com meu irmao, depois com uma amiga, depois na casa dos fundos do meu ex namorado e por fim voltei pra casa.....eita sina!!! (ou cina, sei la....aff)

Em abril de 2008 aconteceu a maior mudanca, vim morar na Europa!! Mais precisamente numa cidade chamada Amstelveen (suburbio de Amsterdam) na Holanda.

Tudo eram flores ate a ameaca da ilegalidade bater a minha porta, a partir deste momento meu mais novo lar-doce-lar ja nao era mais tao doce. Comecei a ser tratada com frieza, indiferenca e ate um certo desprezo, me fizeram sentir como uma intrusa dentro da casa a qual fui gentilmente convidada a morar. Me sentia encomodada, desconfortavel, sem saber em quem confiar....

Foi entao que tomei uma decisao seria: Procurar uma nova familia que topasse regularizar minha situacao e me dar o visto de Au Pair. Foi ai que encontrei a Clarissa e suas duas filhas, Ira (6 anos) e Mila (4 anos). Amanha, sexta dia 22 de agosto de 2008 me mudo novamente, desta vez pro centro de Amsterdam, e novamente enfrento um recomeco em minha vida.

Sei que ainda estou fedendo a fraudas e que tenho todo tempo do mundo pra construir minha vida. Mas tambem sei que as vesperas de completar 25 anos me sinto preparada pra sossegar e finalmente criar raizes.

Conheci uma pessoa que pela primeira vez me faz pensar em casamento e em construir um futuro juntos. Sinto-me preparada pra esse novo desafio na minha vida, logo eu que nunca me vi como uma pessoa tradicional, nunca imaginei que iria me "amarrar" a alguem, nunca achei que seria mais do que uma eterna namorada. Agora tudo mudou, ainda estou aprendendo a lidar com uma nova cultura, lingua e principalmente com esse novo sentimento que domina meu ser, que me faz sentir feliz e completa mesmo nos momentos mais dificeis e inseguros. Meu greco-holandes esta conseguindo mudar essa menina teimosa, metida a saber tudo sobre o mundo, durona por fora pra proteger a fragilidade interior.

Esses 4 meses nesse pais marrom e chuvoso estao conseguindo corroer todos os muros que construi em volta de mim, estou me sentindo tao aberta e sensivel pro mundo, pras pessoas. Ja nao me sinto tao negativa e ja nao tenho mais tanta raiva guardada dentro de mim. Pra mim ja nao eh mais tao dificil fazer novas amizades e amar de verdade, amar a tudo, nao importa se eh animal, vegetal ou mineiral. Estou aprendendo a ser grata e apreciar todas as minhas experiencias, positivas ou negativas.

Nao sei se estou mudando pelo fato de ter encontrado amor de verdade, alguem que me aprecia, admira e respeita exatamente do jeito que sou ou se eh a experiencia de morar em outro pais, sozinha, longe de tudo e de todos em que eu costumava me apoiar em momentos dificeis. Ter que aprender a andar com minhas proprias pernas nao eh facil mas ja estava na hora de comecar ne?

Admiro muito minha irma que aos 17 anos virou a mulher maravilhosa que eh, lutou, amadureceu, nunca desistiu, e hoje eh um exemplo que sempre respeitei e finalmente to conseguindo seguir. Ela sempre me encheu de orgulho e me deu os dois seres mais preciosos nesse mundo! Gabriela e Antonio tem a medalha de ouro no hanking to meu coracao. Sei que sempre fui temosa e orgulhosa e nunca seguia os conselhos dela, mas de alguma forma eles sempre ficaram presos dentro da minha cabeca e agora acho que estao vindo a tona.

Me arrependo de ter perdido tanto tempo brigando, culpando e sentindo raiva da minha mae. A vida eh muito curta pra gente perder tanto tempo com coisas pequenas. Somos muito mais felizes quando vivemos em harmonia. Gostaria de pedir sinceras desculpas do fundo do coracao por ja te-la ofendido e magoado. Nao acredito em amor incondicional, mas acredito em relacionamentos saudaveis e eh isso que quero construir com ela daqui pra frente.

Este que era um post pra falar da minha mudanca de endereco acabou virando um post pra falar da minha mudanca interior. Nao sei se estou mudando mesmo aos olhos externos, mas estou me vendo diferente, estou feliz mesmo nadando na merda (ooo exagero hehe), e mais uma vez uma nova fase comeca em minha vida. Nao sei como esta nova fase vai se desenvolver, so sei que vou fazer meu melhor e dar o maximo de mim pra lidar de maneira sabia e correta com todas a mudancas (constantes) em minha vida....

Obrigada a todos que acreditam em mim e que sempre me dao apoio e me ajudam a lidar com meus problemas....Obrigada tambem a todos que acreditam que vou falhar, que acham que nao vou conseguir. Essas sao as pessoas que ajudam a construir e tornar mais fortes todos os meus sonhos, desejos e ambicoes.

E como diz o slogan: EU SOU BRASILEIRA E NAO DESISTO NUNCA!!!!!

2 comentários:

  1. Se é pra mudar pra melhor, que assim seja! Mta sorte na nova family...agora regularizada vai ser mais tranquilo, tenho certeza!!!
    Bbjos

    ResponderExcluir
  2. Olá! Cai no seu blog através de outros sites. Eu já fui au pair nos EUA, embarquei há 4 anos atrás sem saber uma única frase de inglês além do "my name is...", e hoje ainda moro fora, mas na Europa. Gosto de ver blogs de futuras au pairs e de quem está começando agora, porque é uma experiência única, mas nao é facil não!!!! Muita sorte para você e que tudo de bom aconteça! Se tiver qualquer dúvida com relação ao programa, pode contar comigo! Abraços. Sani

    Caindo no Mundo - Au Pair

    ResponderExcluir